29 de jun de 2010

Luciana Vendramini


Na minha época ela era a mais linda e gostosa, e ainda era mulher do Paulo Ricardo, ui! Posou para a Playboy aos 17 (podia isso ???), em 1987, ou seja, não existia photoshop. A menina era REALMENTE PERFEITA. Continua linda até hoje, aos 38, photoshop à parte.

Ui!

Ui! Ai! Tenho 01 (um) seguidor no meu blog.
Tô muito metida!

Tropa de Elite 2

Chuck Norris que se cuide! ELE, o cabra mais macho do planeta, Capitão Nascimento está de volta!
Em outubro, em um cinema perto de você!
Ou no camelô!!


Submarino Amarelo

Eu não tenho o costume de tomar chá, mas eu quero isso muito!!

27 de jun de 2010

Dev Patel - outra cria de Skins

O personagem dele, Anwar, era o meu segundo favorito (depois do Tony) em Skins.
Ele é muçulmano, mas não perde nenhuma das loucuras da galera;
Dev Patel fez Slumdog Milionaire, filmaço que ganhou Oscar e tudo.
Nesse ele era Jamal, ah o filme é muito bom, nem dá pra comentar.
Essa foto aí é do novo filme do M. Night Shyamalan (simplesmente adoro!).
Liindo...

Nicholas Hoult - Cria de Skins


Vi esse menino a primeira vez em O Grande Garoto, filme com Hugh Grant. Para minha surpresa, ao começar a acompanhar Skins - Juventude à Flor da Pele o vi grande, lindo e talentoso.
Na série ele fazia Tony Stonem, um dos melhores personagens de série que eu já vi. Safado, manipulador, audacioso...
A série é muito boa e retrata a vida louca (sexo, drogas etc., of course) de um grupo de jovens de Bristol, Inglaterra.
Agora o bonito está estrelando essa campanha do Tom Ford. Liiindo... e talentoso.

Noturno


Noturno, Guillermo Del Toro, Chuck Hogan, Editora Rocco, 463 páginas, R$20,00 (nas Amaricanas).
Tenho uma atração por livros de vampiros e o fato de ser escrito por Guillermo Del Toro (Labirinto do Fauno) me fizeram comprar esse livro.
Mas não compensou não.
Até que o argumento é legal: um avião pousa em NY e apaga todinho, ninguém sai. Depois do acompanhamento minucioso (minucioso mesmo!) dos técnicos, médicos etc. do avião, todos os passageiros e tripulantes parecem que estão mortos. Mas quatro sobrevivem e o resto...
Daí é tipo assim Epidemia, e o livro acompanha apenas duas ou três noites do início da epidemia.
Mostra muitas histórias paralelas, em número excessivo, ataque por ataque.
Então, quando vi que o negócio não ia pra frente mesmo, fui fuxicar no final do livro e descobri que o livro não termina, ou seja, tem que comprar mais um ou dois, no mínimo.
Aí o saco encheu e eu parei de lar na página 324.
Se um dia eu resolver comprar os outros livros termino de ler.
Vou voltar para Dostoiésvsk. Crime e Castigo está me esperando.

Homem de Verdade


Esse é um homem de verdade. Lindo. Talentoso. Parece que existe mesmo. De verdade em todos os sentidos. Ufa!

Michael Jackson


Estamos por esses dias tendo uma overdose de Michael Jackson na tv paga. Acho que revi todos os clipes dele.

O que mais me impressiona é Thriller. Lançado em novembro de 82, lembro de assistir no Fantástico e ficar me cagando de medo dos zumbis, hehehe.

Depois de Thriller todo mundo pasou a imitar o Michael Jackson, simplesmente por que não tinha como inventar nada novo.

Até hoje não tem nada que se compare.

26 de jun de 2010

Lindo

É lindo de se ver, mas o gaydar começa a piscar, pois nunca vi um heterossexual com isso...

18 de jun de 2010

Calendário de mulheres nuas




Olha que graça o calendário de uma empresa de equipamentos médicos.
As modelos estão mais que nuas.
E o sapato ficou lindo!


15 de jun de 2010

Secos & Molhados


Capa do primeiro disco dos Secos & Molhados, 1973.

É um show de capa.

Que que isso?!?!?!

Começou a Copa!

Olha isso!

Esse sabe puxar um cabelo!!
Por falar nisso , a namorada terminou com ele, pois foi fotografado dando uns beijos em outra.
Puxa, assim não dá nem pra perdoar.
Eu perdoava... Oh.
Perdoava mesmo. Agora com a traição na imprensa, fica difícil.
Mas com essa pegada... eu não largava não...

8 de jun de 2010

Copa

Os homens e o futebol... A mulher tem que ser inteligente para passar por esse período de Copa e continuar com o título de namorada/esposa super legal ever.
Basicamente os homens ficam doidos nessa época, fazer o quê??
Te que deixar a televisão pra eles, providenciar cervejas e comes e bebes.
A macharada reunida é bacana, enxurrada de testosterona...
Ciúme dos amigos da bola é suicídio.
Eu nem ligo pra nada disso. Meu marido nem sabe que dia começa a Copa...

7 de jun de 2010

Millennium 2


A Menina Que Brincava Com Fogo, Steg Larsson, Companhia das Letras, 607 páginas, R$30,00.
Só posso dizer que o livro é igualzinho a Matrix Reloaded, Highlander 2...
Levei quase uma semana para ler, fazendo muito esforço, em consideração ao primeiro.
Já deu.
E pra completar, o livro 2 não termina no 2, tem que ler o 3...

5 de jun de 2010

Algum fetiche com látex?


Que ridículo!
















Será que algum homem ajuizado usaria isso??

Magreza














André Forastieri (http://noticias.r7.com/blogs/andre-forastieri) fez um excelente comentário sobre feiúra dessa modelos.
Mas é esquisito a questão da magreza na cabeça da gente, mulheres.
Quando eu vi a Olívia Newton John em Grease, com aquela calça preta supercolada, desejei ardentemente nunca mais comer pra ficar daquele jeito...
Se não souber se controlar, enlouquece mesmo.
Mas comer é tão bom...
De qualquer forma euzinha aqui vou entar na faca, ou melhor, no bisturi.
Se eu sobreviver, claro, surgirá a Juliana versão 2.0, versão beta, hehehe
Depois eu conto os procedimentos que farei.
Mas não pretendo ficar magrinha não, ok?

Watchmen again

Esperando ansiosamente as 22:00h.

Millennium 2

Estou lendo A Menina Que Brincava com Fogo. Mas estou fazendo esforço pra ler e isso não é bom...
Ainda não teve a página ou capítulo que me ganhou...
Continuo me esforçando, o primeiro faz esse merecer isso.

4 de jun de 2010




ELAS foram traídas.
O que os homens querem???


Que porra é essa??????


Mulheres precisam de Cálcio!


Homem de Ferro 2

Finalmente fui assitir ao Homem de Ferro 2.
Achei o primeiro melhor, no geral, mas esse tá uma comédia muito boa.
Os diálogos são hilários: Senhor, saia imediatamente dessa rosquinha!! (será que sou só eu que vejo sacanagem em tudo??).
As melhores coisas do filme:
Robert Downey Jr, claro, lindo e charmosíssimo, parece que é o proprio Tony Stark.
Scarlet Johansson lindíssima, super gostosa, miúda, esperta... As cenas de ação dela são muito legais. Fiquei com pena da Gwyneth Paltrow que parecia uma girafa de salto alto perto dela. Acho que a Gwynet é a atriz mais sem graça do cinema americano. Coitada.
O Hammer todo leso, interpretado pelo ótimo Sam Rockwell (amo ele desde os Vigaristas, ainda mais depois de O Assassinato de Jesse James pelo Covarde Robert Ford), muito engraçado, invejoso e atrapalhado. A dancinha dele na feira é ótima (ele já tinha feito dancinha em As Panteras, amo!).
Agora o Mickey Rourke, muito feinho, sabe aproveitar bem aquela cara toda amassada. Muito bom.
A cena do fime que me ganhou (aquela cena que, quando existe num filme, justifica tudo, mesmo quando antes ou depois dela só tenha merda) foi quando o Ivan Vanko entrou na pista de Mônaco decepando os carros com aqueles chicotes de raios e dois carros capotam e explodem atrás dele em câmera lenta.
Gostei também do diretor do filme dando e levando porrada (o motorista).
Agora já está me cansando nesses filmes as facilidades de se fazer experimentos super complexos em qualquer lugar, de qualquer jeito. Claro que eu não espero verossimilhança, mas tudo tem limite, né.
Pura diversão.
Ah, e ia esquecendo, tudo isso ao som de AC/DC, ok?

2 de jun de 2010

Trilogia Millennium - Os Homens que não amavam as mulheres


Os Homens Que Não Amavam As Mulheres, Stieg Larsson, Companhia das Letras, 522 páginas.
Essa trilogia está sendo muiro comentada ultimamente. Muitas críticas favoráveis e milhões de exemplares vendidos.
Claro que eu não poderia ficar por fora dessa. Achei uma edição econômica a R$ 30,00 e comprei os dois primeiros volumes. São bem volumosos do jeito que eu gosto.
É um livro de mistério policial muito bem contado que te prende logo de início e o jeito é ler o livro todo. Não dá pra encostar e ficar lendo aos poucos.
A história é muito boa e se sustenta até o final, quanto os mistérios são revelados. Não faz o leitor de palhaço, é muito coerente.
O que me encantou mais foram os dois personagens principais, Lisbeth Salander e Mikael Blomkvist. Ela é a minha musa: uma bitch maluca, inteligentíssima e muito escrota.
O livro me ganhou quando ela (este spoiler não se refere ao mistério do livro) infiou um apetrecho sexual no rabo do seu tutor estuprador. E o negócio não ia sair naquela semana... hehehe.
Recomendo mesmo.

O Clube do Filme


O Clube do Filme, Editora Intrínseca, 239 páginas, R$25,00.

Comprei por ter lido uma crítica favorável em algum lugar.
Realmente o livro é bom, de leitura fácil.
David Gilmour, o pai, vê que seu filho Jesse realmente odeia e não suporta mais a escola e propõe ao jovem de 16 anos que pare de estudar, mas com a condição de assistir a 3 filmes por semana escolhidos pelo pai.
Para completar David está desempregado.
Então são mais de dois anos de clube do filme e de uma relação muito profunda entre pai e filho.
Os comentários sobre os filmes são ótimos e o livro me ganhou ao comentar O Iluminado.
Deu vontade de assistir a todos os filmes que ele comentou no livro.
O pai foi muito corajoso ao se arriscar deixando o filho ficar sem estudar, com mesada, moradia, comida, tudo garantido e em muitos momentos quastionou a sua decisão, imaginando o filho dirigindo um táxi.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...