6 de out de 2010

Os Vampiros que se Mordam

Eu estava louca de vontade de entrar no cinema e me desligar do mundo.
Fui ao shopping (antigamente existia cinema fora de shopping, acredita??) e os dois filmes que estavam para começar eram Comer, Rezar, Amar e Os Vampiros que se Mordam.
O primeiro foi feito a partir de um livro que, eu acho (alguém pode me dizer o contrário), é de autoajuda (eu o vejo sempre no meio dos livros de autoajuda nas livrarias). Eu odeio livro de autoajuda e, como sou um pouquinho preconceituosa, não quis ver Comer, Rezar, Amar, o filme.
Então fui ver Os Vampiros que se Mordam.
É uma paródia de Crepúsculo e Lua Nova. Para quem é fã da Saga Crepúsculo e conhece todos os detalhes dos filmes é uma boa pedida.
O filme é engraçado e, em alguns momentos, muito engraçado mesmo, como na cena em que o irmão de Edward Sullen quer devorar Becca. Agora eu sou meio boboca e costumo achar muita graça nesses filminhos doidos enquanto outras pessoas nem sorriem...
No final, os Zolturi são uma piada, principalmente o japonês que faz Daro.

Ah, não é a melhor comédia do mundo, mas para quem gosta...
Edward e Jacob são dois gatinhos lindinhos.
Eu gostei, mas só recomendo para quem gosta desse tipo de filme.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...