7 de mai de 2011

Einstein

Do G1:

Para fazer isso, a sonda usou em órbita quatro giroscópios, que medem a direção no espaço, apontados para uma estrela específica. Se a gravidade não afetasse o tempo e o espaço, eles ficariam sempre apontando a mesma direção. No entanto, houve movimentação, provando a teoria.
Einstein publicou a teoria da Relatividade Especial em 1905. Ela substitui os conceitos independentes de espaço e tempo da Teoria de Newton pela ideia de espaço-tempo como uma entidade geométrica unificada. O espaço-tempo na relatividade especial consiste de uma variedade diferenciável de 4 dimensões, três espaciais e uma temporal (a quarta dimensão), munida de uma métrica pseudo-riemanniana, o que permite que noções de geometria possam ser utilizadas. É nessa teoria, também, que surge a ideia de velocidade da luz invariante.
O termo especial é usado porque ela é um caso particular do princípio da relatividade em que efeitos da gravidade são ignorados. Dez anos após a publicação da teoria especial, Einstein publicou a Teoria Geral da Relatividade, que é a versão mais ampla da teoria, em que os efeitos da gravitação são integrados, surgindo a noção de espaço-tempo curvo.
E somente agora a gente consegue confirmar algumas previsões feitas dentro dessa teoria, ou seja, um corpo gravitacional realmente altera o espaço tempo.
Cara, isso é muito impressionante! Claro que corpos de massa imensa, como a Terra, vão provocar alterações significativas no espaço tempo.

E voces podem se perguntar: que maconha a Jujuba fumou pra postar um negócio desses??
É que eu cursei, minha gente, faculdade de Física. No entanto não me formei, mas continuo interessada no assunto. E também é nerdice mesmo.
Mas você, leitor descolado, deve saber que nerdice também é fashion e agora você pode contar uma piada científica.
Tipo assim: a sua mãe é tão gorda, mas tão gorda, que distorce o espaço tempo!!

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...