4 de fev de 2011

Orgulho e Preconceito

Hoje eu fiz uma maratona Jane Austen e Orgulho e Preconceito.
Comprei os filmes Amor e Inocência (ô título em português bem escrotinho...) e Orgulho e Preconceito. O primeiro é sobre um período da vida de Jane Austen, vivida por Anne Hathaway, quando ela se apaixona por um rapaz da mesma classe da sua, mas pobre ainda, dependente da herança do tio juiz que é uma peste.
O gato é interpretado por James Mcvoy (lindo).
Assim, como nos livros dela, quem já leu sabe, as imposições sociais são muito importantes. E o final não é feliz para os pombinhos, mas somente para a literatura inglesa, pois se Jane tivesse casado com Tom teria uma vida muito dura e talvez não escrevesse a sua obra.
O filme é bem regular. Se a pessoa não se interessa por Jane Austen e sua obra não vai achar muito interessante.
Já li três obras dela: Persuasão, Razão e Sensibilidade e Orgulho e Preconceito. Este último é, a meu ver, o melhor disparado. De vez em quando eu releio.
Elizabeth Bennet  e Darcy são o casal mais lindo e fofo da literatura. E com final feliz!
Cara, não tem nem como comentar esse livro. É muito bom.
Então tem o filme com a Keira Kneightly que todo mundo já viu. E o filme é porreta mesmo, faz jus ao livro. Claro que tem suas diferenças, mas o espírito está lá.
Como eu sou meio, só um pouquinho, obcecada com as coisas que eu gosto, eu fiz essa maratona hoje.
Vocês devem estar pensando: viu dois filmes a chama isso de maratona??
É que vocês não sabem os bônus que vieram com o filme. Simplesmente sensacional.
Tem uma parte que mostra as mansões inglesas em que o filme foi filmado. Pemberley resultou de duas casas maravilhosas e tudo aquilo existe mesmo.
Apenas o primeiro baile foi feito em cenário montado, o resto, Netherfield, Rosings, Pemberley, foi tudo filmado em mansões verdadeiras.
Nos bônus tem ainda os costumes da época, as danças, biografia de Jane Austen, atores etc.
Então eu assisti ao filme, aos bônus todos e depois ao filme de novo com os comentários do diretor (até que esse diretor não comentou muito, Ah, quem comenta legal é Coppolla em O Poderoso Chefão).
Não sei o nome do diretor, mas, pasmem, foi o primeiro filme dele. É gênio.
Sabem que tem um final diferente para os EUA? É, nele aparece Lizzy e Darcy no maior love em Pemberley.
Muito boa essa maratona.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...