18 de nov de 2010

Império dos Sentidos


Império dos Sentidos. Direção: Nagisa Oshima. Ano: 1976. País: França, Japão. Gênero: Drama, Romance. Duração:105 min. / cor. Título Original: Ai no Corrida. Título em inglês: In the Realm of the Senses. Elenco: Tatsuya Fuji, Eiko Matsuda, Aoi Nakajima, Yasuko Matsui, Meika Seri, Kanae Kobayashi, Taiji Tonoyama, Kyôji Kokonoe, Naomi Shiraishi, Shinkichi Noda 

Sinopse: Império dos Sentidos é a história de uma ex-prostituta que envolve-se em um caso de amor obsessivo com o senhorio de uma propriedade onde ela é contratada como criada. O que começa como uma diversão inconsequente transforma-se um uma paixão que ultrapassa quaisquer limites. É o mais belo filme erótico do cinema contemporâneo. Inspirado em um caso real, mostra a história de um amor absoluto, onde dois amantes vivem uma paixão total, uma intensa obsessão pelo prazer. Seus desejos se confundem enquanto uma delicada e sensual atmosfera os envolve. Para os amantes não há fronteiras na busca do êxtase ilimitado e puro.

Cara, esse filme eu acho que não entendi. As cenas de sexo são reais, parece filme pornô, mas definitivamente não é filme pornô, só muito estranho mesmo. Os atores principais são muito bonitos e fizeram sexo de verdade nas filmagens.
O casal aí transa em qualquer lugar, na frente de qualquer pessoa. Não só eles. A época em que o filme se passa, penso eu, é anterior à ocidentalização e cristianização do Japão, por isso é tão diferente e chocante de acordo com os nossos padrões.
Quando Sada vai trabalhar na casa de Kichizo começa um envolvimento inconsequente entre os dois, no entanto ela não se mostra uma amante "normal".
Ela, Abe Sada, é totalmente ninfomaníaca, sádica, masoquista, fetichista e doida, doida. Ele, Kichizo, inicialmente, parece ser apenas um safadinho, mas vai se envolvendo cada vez mais com Sada e suas loucuras.
Como ela é uma tarada, não deixa nem mesmo que ele pare para comer. Eles ficam no quarto sem comer, sem tomar banho, sem sair, apenas fazendo sexo e sendo servidos por criadas e gueixas. Ela o proíbe de fazer amor com sua esposa. A gente vê que eles vão ficando cada vez mais magros ao longo do filme.
Claro que nesse ritmo o sexo "normal" não vai mais satisfazer o casal, que começa com práticas sadomasoquistas. O filme que já tem um clima estranho desde o início vai ficando cada vez mais tenso, inquietante e perigoso. Quando eles começam com a prática da asfixia durante o ato sexual, a gente já vê que a coisa vai acabar em tragédia.
A obsessão de Sada e Kichizo um pelo outro fica descontrolada. As cenas de afixia me deixaram com falta de ar, pois são tensas e muito longas. Mas ao mesmo tempo muito bonitas, vai entender.
E também há cenas impressionantes, como a do ovo. Não vou contar como é a cena do ovo, mas o babado é fortíssimo! Vão imaginando...
Para completar isso foi caso real.
Recomendo o filme para maiores de 18 anos que gostem de filme fortes.

4 comentários:

JACK BABY disse...

Ebi Júlia, onde se tá encontrando estes filmes!!
Poxa eu quero assitir!!!
SACANAGEM !!!!tO DENTRO !!!

JACK BABY disse...

sÓ espero que ela não tenha botado esse ovo !!!

Blog da Jujuba disse...

hahahahah! Eu compro nas Americanas. Sempre dou uma passada lá e fico fuçando os filmes de 12,90. Vou levar pra ti lanternas e império.

Blog da Jujuba disse...

E sacanagem não é to dentro. É to dentro, to fora, to dentro, to fora...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...