16 de ago de 2010

Fele Com Ela - Pedro Almodóvar




Como fazer comentários acerca de um filme como esse??
Dois homens tornam-se amigos em decorrência do destino. O primeiro é o enfermeiro Benigno, rsponsável por cuidar de Alicia, uma bailarina em coma há quatro anos. Ele cuida dela constantemente, dia e noite, de forma devotada. Ele não só lava e cuida da saúde de Alícia, mas penteia, corta-lhe os cabelos, faz-lhe as unhas, maquia-lhe, fala com ela o tempo todo e age como se obtivesse respostas. Mas ele não é apenas um enfermeiro abnegado e caridoso, pois nutre uma imensa paixão por Alícia e toda a sua felicidade se resume a cuidar dela.
O segundo é um escritor de guias de turismo, Marco, que se interessa pelo desfecho do caso amoroso da toureira espanhola Lydia com seu colega de trabalho. A partir daí Marco e Lydia iniciam um romance, que se interrompe com o comportamento suicida dela, que deixa que o touro a atinja na arena de touradas, numa cena emocionante. Assim, Lydia entra em coma e Marco não consegue se adaptar à nova situação.
Elas são internadas na mesma clínica e assim Benigno e Marco se conhecem e iniciam uma bela amizade.
Através de flashbacks conhecemos a maneira como Benigno conhece Alicia e entendemos como ele conhece tanto a paciente.
A lição de Benigno a Marco é: fale com ela. Marco diz que o cérebro delas está paralisado. Benigno responde: "O cérebro das mulheres é um mistério, ainda mais nesse estado. Temos que considerar as mulheres, ouvi-las, falar-lhes. Fazê-las sentir que estão vivas, que nos importamos...".
Que coisa mais linda!!
Esse filme de Almodóvar é diferente dos demais, pois os protagonistas são os homens, com suas angústias, anseios e inseguranças, não aquelas mulheres histéricas ou quase. No entanto, as personagens femininas, mesmo em coma, são tão intensas como se estivessem em sã consciência.
A história é belíssima, contada de forma belíssima e irretocável.
Esteticamente, amei as cenas da mulher toureira. A cena de Lydia vestindo a roupa de toureiro, com a câmera filmando bem de perto os detalhes dourados, os bordados, os botões, as rendas é extasiante. Depois ela na arena sendo atingida pelo touro (lágrimas).
Claro que o filme todo é lindo, com aquelas cores de Almodóvar, só que um pouco mais suave.
A música também é uma maravilha, com Caetano Veloso. Não dá nem pra comentar.
Outro destaque do filme é o curta metragem em preto e branco do cinema mudo espanhol (com a lindíssima Paz vega) "Amantes Minguantes", que Benigno assite quando vai à cinemateca. Conta a história de um homem obeso que toma uma poção experimental para perder peso. Ao beber o experimento ele diminui até ficar do tamanho de um polegar. Na cama da namorada, ele rola sobre o seu corpo, sobre os seus seios e resolve se alojar em suas partes íntimas para sempre.
Recomendo muito! Os comentários que fiz aqui nem de longe mostram como esse filme é belo.



Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...